Qual Método Você Usaria para Marcar sua Bíblia de Estudo

Um dos pontos turísticos mais gloriosos é uma Bíblia manchada e golpeada por décadas de uso pesado.

Mas como você marca e sublinha sua Bíblia de uma maneira que faça sentido e seja útil? Aqui eu tento dar alguns conselhos úteis.

Propósito: Benefícios de marcar sua Bíblia

Navegação mais rápida: Você será capaz de identificar informações importantes, versos e fatos mais rápido e mais facilmente quando você visualmente destacá-los.

Versículos importantes:

  • Para você pessoalmente ou dentro de um determinado capítulo ou passagem
  • Aspectos importantes (como palavras-chave, referências, etc)
  • Categorias específicas (como orações, versículos que falam de Seu amor por nós, etc.)

Recordar de Insights: Você pode preservar e rapidamente recuperar informações importantes que você descobriu lendo certos versículos ou passagens se você destacar e conectar palavras específicas ou adicionar mais informações.

Personalize sua Bíblia: Deixe sua Bíblia ser uma expressão de sua caminhada pessoal e relacionamento com Jesus ao sublinhar as coisas que Ele fala e destaca para você e que você trabalhou e orou durante sua jornada em Seu coração.

Conselhos: Dicas úteis para marcar sua Bíblia

Sistemático: Tente criar um sistema de quais cores e formas você deseja usar para qual finalidade.

Sem um sistema nós tendemos a sublinhar coisas que se destacam com a caneta que está na mão, não importa qual seja a cor.

Isso não é errado, mas nossa Bíblia, mais cedo ou mais tarde, será uma explosão de linhas arco-íris, o que torna tudo isso inútil.

Tente criar um sistema que realmente melhore seus estudos e tempos devocionais.

Consistente: Quando você tem um sistema, mantenha-se fiel a ele, pois ele será mais eficaz se você fizer isso. É por isso que é mais sábio descobri-lo o mais cedo possível, na verdade, antes de começar a marcar sua bíblia de estudo.

Econômico: Sublinhe apenas as coisas mais importantes.

Muitos sempre sublinham todo o verso, mas muitas vezes não é a melhor maneira.

Ele realmente melhora a utilidade de apenas sublinhar palavras-chave ou frases, porque será mais fácil encontrá-las novamente e dá-lhe liberdade para destacar outras partes do versículo de forma diferente quando você identificar outros aspectos também.

Específico: Pode ser útil variar o seu sistema para certos livros, conforme necessário, de modo a ter categorias diferentes ou adicionais em livros específicos.

Por exemplo, você pode usar uma determinada cor para os cumprimentos proféticos de Jesus nos Evangelhos, mas você pode não precisar desta categoria em, digamos, Tiago para que você possa dar a esta cor um significado diferente lá.

Criativo: Sinta-se livre para ser criativo e variar conforme necessário para aumentar a utilidade.

Pessoal: Use uma cor (ou mais) para o foco de sua vida pessoal em relação ao ministério, algo que tem a ver com seu chamado geral de ministério que Jesus lhe deu.

Isso irá aumentar tremendamente seus estudos enquanto você está progredindo na jornada para ser usado pelo poder do Espírito Santo na base da Palavra de Deus.

qual método você usaria para marcar sua bíblia de estudo e por quê?

Opções: Algumas maneiras de marcar sua Bíblia

Cores: Use cores que sejam facilmente distinguíveis. Isso limitará o número de opções que você tem.

As cores mais úteis são vermelho, verde, amarelo, azul, roxo, laranja, preto, cinza, rosa.

Você também pode usar suas sombras escuras e claras se elas não parecerem muito parecidas. Além disso, com cores você pode criar subcategorias para todas as seguintes maneiras.

Sublinhando: A abordagem mais simplista: uma linha abaixo de uma palavra, frase ou verso.

Destaque: Colorir o fundo de palavras, frases ou versos.

Cuidado com as cores muito escuras, pois elas podem dificultar a leitura das palavras que você destacou.

Tem o efeito mais forte, por isso pode ser mais útil para palavras-chave. Pode ser combinado com sublinhado – cores diferentes são possíveis.

Círculo: Desenhe um círculo em torno de uma palavra, frase ou verso. Funciona melhor para palavras individuais ou frases curtas na mesma linha.

Enquadramento: Ao contrário do círculo, o enquadramento tem cantos afiados. Pode ser facilmente usado para versos inteiros e passagens ainda mais longas.

Símbolos: Ao lado do texto ou na margem. Não há limites na criatividade quando você usa símbolos.

Eles podem ser muito úteis para categorizar versos ou passagens.

Alguns símbolos possíveis: cruz, estrela, sangue, pão, nuvem, coroa, mãos, coração e assim por diante.

Anotações: Notas curtas ao lado do texto ou na margem. Por exemplo, para anotar o significado de uma metáfora usada em um versículo ou uma referência a outro texto.

É claro que, muitas vezes, não haverá espaço suficiente para colocar notas mais longas.

Conexões: Conexões entre palavras, frases ou versos através de uma linha, flecha ou um tipo diferente de conexão. Isso só funciona na mesma página e quando estão juntos, já que você não quer ter linhas cruzando duas páginas inteiras.

Do Jeito que eu Faço: Inspirações para Marcar sua Bíblia

Agora você pode estar se perguntando por onde começar.

Por isso, aqui quero dar-lhe uma visão geral rápida do meu próprio método, que pode adaptar ou usar como inspiração para o seu próprio método.

Este é o meu sistema de trabalho. É um sistema em contínuo desenvolvimento. Ainda não estou totalmente satisfeito com ele, mas até agora é o mais útil para mim.

Vermelho: Amor Divino

  • Contendo aspectos: O amor de Deus por mim, o meu amor por Deus, a relação com Deus, os paradigmas da noiva (exemplo: Is 62:4)

Esta é a minha primeira categoria à qual todos os outros estão subordinados (o que significa que se eles se encaixam nesta categoria, bem como em outras, eles provavelmente ficarão vermelhos).

Eu quero ser capaz de identificar rapidamente os versículos que conectam meu coração com Ele e Seu amor.

Azul: Conhecimento de Deus

Contém aspectos: conhecer a Deus, perseguir a Deus, o caráter de Deus, nomes, atributos, emoções que ainda não estão cobertas pelo Romance Divino (exemplo: Ex 34:6)

Amarelo: Promessas e Tempos Finais

  • Contendo aspectos: As promessas de Deus tanto pessoais como escatológicas (exemplo: Sl 36:8)

Quando há promessas “se… então…”, então somente a parte “então” é amarela.

Laranja: Ministério

  • Contém aspectos: ministério, segundo grande mandamento, serviço, coisas que a Bíblia me exorta a fazer, o “se…” – parte das promessas (exemplo: João 15:10)

Verde: Identidade em Cristo

  • Contendo aspectos: meu status legal de pertença a Jesus (além do Amor Divino), minha identidade em Cristo diante de Deus, do inimigo e do mundo (exemplo: Rom 8:1)

Roxo: Casa de Oração Realidade

  • Contém aspectos: adoração, dom de profecia, adoração profética, oração, jejum, intercessão, Sermão do Monte, Tabernáculo de Davi, templo (exemplo: Is 56:7)

Esta é a minha categoria de ministério pessoal funcionando como a classe geral para o meu foco de vida no ministério.

Palavras Circulantes

Eu frequentemente faço um círculo em torno de palavras simples na cor específica para identificar palavras-chave ou seqüências dentro de um verso ou passagem.

Isso me ajuda a encontrar versículos mais rapidamente e a recapturar rapidamente as afirmações básicas de uma passagem.

Enquadramento de versículos

Só marco versos ou passagens, nunca palavras isoladas. Eu costumo usá-lo quando há uma culminação de atributos e eu precisaria sublinhar a maior parte dele.

Então, eu só marco a passagem inteira e sou livre para usar outras cores conforme necessário para sublinhar na passagem.

Eu variei um pouco o uso das cores para os versos emoldurados.

  • Azul: Passagens mais longas que falam sobre a beleza de Jesus, Seu caráter e composição espiritual (exemplo: Ap 1:13-18)
  • Verde: Como uma contraparte do azul focando em Jesus, eu marco passagens verdes que falam muito sobre minha identidade Nele (exemplo: SoS 4:1-15)
  • Púrpura: Orações, tanto bíblicas como versículos que uso frequentemente como orações pessoais, especialmente orações apostólicas no Novo Testamento (exemplo: Ef 3:16-19)

Anotações

Eu uso anotações pelas seguintes 4 razões:

1) notas curtas
2) referências a versículos similares
3) referência ou explicação breve a símbolos, palavras e frases
4) referência ao texto original quando outro versículo bíblico é citado (muito comum no NT)

Quando útil, eu uso conexões, mas eu ainda não comecei a usar símbolos como eu ainda tenho um monte de outras opções para estender o sistema que eu uso.

Adaptação e tradução: a Yearning Heart’s Journey / Jesus Lover

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *