hermeneutica bíblica

Qual o Nome Dado ao Estudo de Interpretação da Bíblia?

A Bíblia é grande, e pode ser difícil saber por onde começar.

Podemos facilmente nos sentir intimidados e deixar o trabalho árduo de estudar a Bíblia para os profissionais.

Com tantas opiniões diferentes sobre a interpretação da Bíblia, pode parecer impossível tirar as conclusões corretas.

No entanto, assim como Deus deseja se comunicar com a humanidade, Ele também queria que Sua Palavra fosse entendida.

A hermenêutica bíblica (que é o estudo de interpretação da bíblia) pode ajudá-lo a crescer confiante no estudo da Palavra de Deus e na interpretação das Escrituras.

Qual é a definição de hermenêutica bíblica?

A hermenêutica bíblica é o estudo dos princípios da interpretação da Palavra de Deus.

Uma Disciplina: O estudo da Palavra de Deus deve ser realizado dentro do contexto do nosso relacionamento e dependência de Deus.

Ver o processo hermenêutico, não como uma avenida para conquistar a Palavra de Deus, mas para entender corretamente a Palavra de Deus para que ela possa conquistar nossos corações.

Uma ciência: A hermenêutica bíblica segue certos processos, resultando em uma compreensão do texto.

Através do estudo sistemático, podemos encontrar consistência ao buscarmos entender a Palavra de Deus.

Uma Arte: Ganhamos um sentimento pelo significado a atribuir a certas partes do processo hermenêutico, e ganhamos habilidade em reconhecer onde nossa atenção será mais benéfica.

Qual é o propósito da hermenêutica bíblica?

O propósito da hermenêutica bíblica é entender o que as Escrituras comunicaram ao público original e que princípios e aplicações atemporais existem para nós.

Precisamos entender isso para viver em linha com a verdade que Deus revelou em Sua Palavra.

Como a hermenêutica pode ajudar a pessoa a crescer em sua confiança para ler/estudar a Bíblia?

A Hermenêutica nos ajuda a saber interpretar correctamente a Escritura, para que possamos evitar aplicar mal as suas verdades às nossas vidas.

Ao longo dos anos, tenho visto em primeira mão como a hermenêutica tem feito a diferença na vida de um estudante.

Depois de entender o processo hermenêutico, uma pessoa é capaz de estudar a Bíblia sozinha e aplicar os princípios hermenêuticos ao texto.

O aluno será capaz de escrever o que ele entende ser o significado da passagem, identificar o que ele vê como os princípios eternos, e articular aplicações que são relevantes para o seu público.

Em última análise, ajuda as pessoas a crescerem na sua confiança na Bíblia ao verem que podem chegar a conclusões sólidas por si mesmas, em vez de dependerem de comentários em bíblias de estudo ou pensamentos dos outros a cada vez.

Qual é o processo de hermenêutica?

Há geralmente quatro passos do processo hermenêutico:

  • (1) compreender o contexto histórico e cultural;
  • (2) compreender o contexto literário;
  • (3) fazer observações;
  • (4) desenhar aplicações.

Este processo pode nos ajudar a abordar qualquer texto da Bíblia enquanto buscamos o significado pretendido por Deus.

A Hermenêutica deve permitir que a Palavra de Deus fale por si mesma em seu ambiente original antes que o intérprete tire qualquer conclusão sobre como ela se aplica a ele em seu próprio ambiente.

qual o nome dado ao estudo de interpretação da bíblia

1. Contexto Histórico e Cultural (o cenário da Escritura)

O primeiro passo do processo faz perguntas sobre o livro como um todo.

Quem é o autor? Quem é o público? Quando foi escrito o livro? Por que foi escrito? Qual é o propósito e o tema do livro?

Estas são grandes perguntas a serem feitas, independentemente do gênero do livro.

2. Contexto Literário (o(s) estilo(s) da Escritura)

O segundo passo permite que você veja como a passagem que você está estudando se encaixa no fluxo maior do pensamento.

Compreender o contexto literário depende do gênero do livro.

Isso é importante porque você leria um salmo poético de forma diferente do que o relato histórico do Rei Salomão, assim como leria os Jogos da Fome de Suzanne Collins de forma diferente do poema de Walt Whitman, Folhas de Erva.

Existem vários gêneros de literatura bíblica, e um livro da Bíblia pode conter diferentes gêneros e até mesmo misturá-los.

Abaixo está uma lista de 7 gêneros bíblicos e exemplos deles encontrados na Bíblia:

  • Narrativa: I & II Reis, I & II Samuel, I & II Crônicas
  • Lei: Êxodo, Levítico, Números
  • Poesia: Salmos, Cantares de Salomão
  • Profecia: Isaías, Jeremias, Joel, Miquéias, etc.
  • Sabedoria: Jó, Eclesiastes, Provérbios
  • Evangelho: Mateus, Marcos, Lucas, João
  • Parábolas: Mateus, Marcos, Lucas, João
  • Carta: Efésios, Filemom, Tito, Timóteo, Romanos, etc.
  • Apocalíptico: Daniel, Apocalipse

Detalhe: estão citados apenas alguns exemplos e não todos os livros da bíblia.

3. Observação (o conteúdo da Escritura)

O nosso terceiro passo olha mais de perto para os detalhes.

É a consciência de todos os dados da passagem que pode ser usada no processo interpretativo. Observação não é explicação ou interpretação. É simplesmente b.

Há 2 coisas que você deve fazer durante este passo:

1) Faça muitas perguntas.

Comece com o básico como ‘O quê? Quando? Como? Onde? Porquê?” e passe para perguntas mais detalhadas, tais como:

  • Quais são as palavras, frases ou temas repetidos nesta passagem que podem enfatizar um conceito ou ponto?
  • Existem listas dignas de nota?
  • Qual é o tom desta passagem?
  • O autor parece estar contente? Zangado? Feliz? Com medo?
  • Há alguma figura de linguagem que o autor esteja usando para transmitir uma determinada imagem ou idéia?
  • O autor está a comparar ou a contrastar ideias opostas para marcar uma posição?
  • O autor usa verbos passivos ou fortes verbos ativos?
  • O autor se expressa usando adjetivos descritivos e advérbios?

2) Escreva as suas observações.

Anote tudo o que você vê e continue relendo a passagem que está estudando. Não se esqueça de ter em mente o contexto maior.

4. Aplicação (as implicações da Escritura)

No quarto e último passo, tomamos os princípios que descobrimos e decidimos como isso deveria impactar nossas vidas aqui e agora, em situações da vida real.

A aplicação deve ser mais do que idéias amplas, devem ser ações específicas que mudam a maneira como vivemos.

É fácil parar com o princípio teológico, mas agora precisamos perguntar como ele nos afeta e o que devemos fazer a respeito.

Observe como o princípio teológico no texto aborda a situação do público original. Como é que este princípio fez a diferença na sua situação?

Pense em situações em sua vida ou mundo que podem ser semelhantes ou impactadas pela mesma verdade. Pergunte a Deus como Ele gostaria que você aplicasse isso.

Faça uma aplicação específica para estas situações da vida real que respondam como o princípio teológico deve impactar você em vários casos.

Uma vez que você saiba como o princípio deve ser aplicado, teste-o para ter certeza de que ele é fiel ao significado do texto.

Se a aplicação for fiel ao significado do texto, obedeça ao que você aprendeu.

Conclusão

O processo de hermenêutica é importante por duas razões.

Em primeiro lugar, ensina-nos como interpretar correctamente as Escrituras e aplicar as suas verdades às nossas vidas.

Em segundo lugar, o processo hermenêutico nos ajuda a crescer confiantes para estudar a Palavra de Deus, reconhecendo que não precisamos ser estudiosos bíblicos para compreendê-la.

É nossa responsabilidade estudar diligentemente a Palavra de Deus. Devemos fazê-lo com humildade e dependência Dele ao usarmos o processo hermenêutico.

Tradução e adaptação: e360Bible / Jesus Lover

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *